Rádio Boa Nova – De Oliveira do Hospital para todo o mundo.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

LAGOS DA BEIRA NA LIGA INATEL

A Associação Desportiva de Lagos da Beira regressou ao futebol em 2017. Está em disputa a Liga INATEL. O no grupo é constituído por dez equipas e, à 10.ª jornada é liderado pelo Grupo o nono lugar. Poderá subir na classificação se vencer o próximo jogo contra o Vasco da Gama do Seixo. Note-se que, mais importante que os resultados, é o regresso da associação aos objetivos para que foi criada. Aqui fica o calendário da próxima jornada, a tabela classificativa e os resultados de todas as jornadas.

GD VG de Candosa - GD de Galizes
AD Lagos da Beira - CDR Vasco da Gama
CO Jardim da Alva - GD Bobadelense
GD Vilacovense - GD Alvôco das Várzeas
GD Sangianense - GD Pomarense


TABELA CLASSIFICATIVA
EQUIPA
J
V
E
D
GD
PTS
10
7
0
3
20-16
21
10
6
2
2
19-8
20
10
5
3
2
18-8
18
10
5
3
2
19-17
18
10
5
1
4
24-20
16
10
4
2
4
18-15
14
10
4
1
5
22-24
13
10
3
1
6
18-21
10
10
2
4
4
17-24
10
10
0
1
9
3-25
1































8.10.2017 

CDR Vasco da Gama 1-2 GD de Galizes 

AD Lagos da Beira 2-2 GD Alvôco das Várzeas 

GD Sangianense 0-2 GD Bobadelense 

GD Vilacovense 2-3 GD Pomarense 

CO Jardim da Alva 2-1 GD VG de Candosa 

15.10.2017 

GD de Galizes 0-3 GD VG de Candosa 

CDR Vasco da Gama 3-3 AD Lagos da Beira 

GD Alvôco das Várzeas 3-1 GD Vilacovense 

GD Pomarense 2-0 GD Sangianense 

22.10.2017 

GD VG de Candosa 2-1 GD Bobadelense 

GD Vilacovense 3-2 CDR Vasco da Gama 

CO Jardim da Alva 0-0 GD Pomarense 

5.11.2017 

GD de Galizes 2-2 GD Bobadelense 

AD Lagos da Beira 1-4 GD Vilacovense 

GD Pomarense 1-2 GD VG de Candosa 

CDR Vasco da Gama 1-0 GD Sangianense 

GD Alvôco das Várzeas 0-3 CO Jardim da Alva 

12.11.2017 

GD Bobadelense 0-0 CO Jardim da Alva 

AD Lagos da Beira 1-3 GD de Galizes 

GD Sangianense 0-3 GD Alvôco das Várzeas 

19.11.2017 

GD Vilacovense 2-2 GD de Galizes 

GD Bobadelense 3-0 GD Pomarense 

GD Sangianense 1-3 AD Lagos da Beira 

GD VG de Candosa 0-5 GD Alvôco das Várzeas 

CO Jardim da Alva 2-0 CDR Vasco da Gama 

26.11.2017 

GD de Galizes 1-0 GD Pomarense 

GD Vilacovense 4-1 GD Sangianense 

GD Alvôco das Várzeas 1-5 GD Bobadelense 

AD Lagos da Beira 0-2 CO Jardim da Alva 

CDR Vasco da Gama 5-0 GD VG de Candosa 

10.12.2017 

GD Sangianense 1-1 GD de Galizes 

GD Pomarense 4-1 GD Alvôco das Várzeas 

CO Jardim da Alva 5-2 GD Vilacovense 

GD Bobadelense 1-0 CDR Vasco da Gama 

GD VG de Candosa 5-2 AD Lagos da Beira 

17.12.2017 

GD de Galizes 3-4 GD Alvôco das Várzeas 

GD Sangianense 0-4 CO Jardim da Alva 

CDR Vasco da Gama 0-5 GD Pomarense 

GD Vilacovense 0-1 GD VG de Candosa 

AD Lagos da Beira 1-1 GD Bobadelense 

7.1.2018 

CO Jardim da Alva 1-2 GD de Galizes 

GD Alvôco das Várzeas 2-4 CDR Vasco da Gama 

GD VG de Candosa 3-0 GD Sangianense 

GD Pomarense 2-2 AD Lagos da Beira 

GD Bobadelense 1-2 GD Vilacovense 

14.1.2018 

GD de Galizes 3-2 CDR Vasco da Gama 

GD VG de Candosa 3-0 CO Jardim da Alva 

GD Alvôco das Várzeas 1-2 AD Lagos da Beira 

GD Bobadelense 2-0 GD Sangianense 

GD Pomarense 1-4 GD Vilacovense 

NOTA: DADOS DO SITE OFICIAL DO INATEL

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

O ELEFANTE BRANCO

Tarquínio Hall é um dos mais ilustres lagoenses de sempre. A sua vasta obra literária é elogiada por todos os que a conhecem, desde críticos especializados até ao mais leigo cidadão. Os seus trabalhos de investigação histórica permitem conhecer o nosso passado e servem de base para o trabalho de outros historiadores. A sua intervenção política caracterizou-se pela férrea defesa da cultura, do património e dos mais desfavorecidos. Tarquínio Hall amava a sua terra tanto como seu irmão, Virgílio Hall, que nos deixou valioso legado em testamento, para além de atos beneméritos com o associativismo da Freguesia. 

Era bem conhecida a vontade de Tarquínio Hall de ver a sua casa transformada numa porta aberta à cultura e onde se preservasse o seu vasto espólio bibliográfico. Ele sonhou e a obra nasceu com pompa e circunstância a 03 de julho de 2011. Fechou portas em outubro de 2017 por vontade da nova Junta de Freguesia. Seria de prever, visto que aquela casa já era vista com maus olhos pela oposição ao executivo anterior. As despesas correntes eram continuamente contestadas e classificadas de dinheiro mal gasto. Sabemos bem que uma biblioteca numa comunidade sem hábitos literários pode parecer inútil, mas estão lá livros centenários condenados à deterioração. Serão perdas irreparáveis, mas de somenos importância para quem defende o “ter” em vez do “ser”. A exposição do museu está vista e revista. Haja boa vontade e conhecimentos para a alterar. Haja boa vontade para dinamizar o espaço com atividades culturais e recreativas. Triste é andar por muitos locais e ter que dizer a quem me pergunta que a Biblioteca Museu Tarquínio Hall fechou as portas. As frases mais frequentes que ouço e com as quais tenho que concordar, são as que dizem que é uma vergonha para Lagos e uma falta de respeito para com a memória de Tarquínio Hall. Além da cultura era uma porta aberta para o idoso que não sabe ler uma carta ou não se entende com o telemóvel, para o jovem estudante em busca de informação, para todos os que ali faziam a declaração de IRS de forma acompanhada e gratuita. Isto tudo e ainda os serviços da Junta que ali eram feitos, além do muito mais que se poderia fazer. Tudo se resume a uma porta fechada a não ser que haja planos brilhantes e inovadores para o espaço. Se o argumento é dinheiro ou falta dele, posso afirmar que dois ou três por cento do orçamento anual é suficiente para manter a casa viva. Não me parece que seja despesa condicionante de qualquer atividade. Se a cultura não é importante, então é a História que nos mostra que, qualquer povo, que despreza tão precioso bem, está condenado ao fracasso e ao esquecimento.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

REGRESSO

A última postagem neste blogue data de julho de 2017. Quem segue os meus blogues sabe que costumo suspender a atividade durante o mês de agosto. Este ano resolvi também suspender a atividade durante o mês de setembro, por ser época de campanha eleitoral. Foi a melhor maneira que arranjei de manter a neutralidade política. Depois veio o infernal 15 de outubro que ficará para sempre na nossa memória. Fiquei sem serviço de internet até hoje. Estou remediado com um router oferecido pela MEO. É tempo de finalmente voltar à atividade. Muita coisa mudou nos últimos meses. Tentarei dar conta disso nos próximos dias. Peço desculpa a todos os leitores pelo tempo em que este blogue não cumpriu os seus objetivos. 

Vítor Paulo Fernandes

segunda-feira, 24 de julho de 2017

NOTA DA REDACÇÃO

Por motivos de ordem pessoal, este blog fica suspenso por tempo indeterminado. Tentarei ser breve e regressarei com novidades. 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

FESTA EXEMPLAR

Dias 8 e 9, foram dias de festa em Lagos da Beira. Festejaram-se os 41 anos de vida da Associação Desportiva de Lagos da Beira (ADLB), mas esta festa teve algo especial. Foi feita em parceria com os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical. As parcerias entre associações não são muito habituais, mas são desejáveis e de grande utilidade. Rivalidades mesquinhas não devem ter lugar num meio cada vez mais pequeno. Remar para o mesmo lado é a única forma de andar em frente. Outro momento especial foi o 1.º Torneio de Futsal Família Amaral Cabral. Além de uma merecida homenagem a esta família que sempre apoiou o associativismo, tivemos a participação das quatro localidades que compõem a freguesia. Contribuir para a união desta vasta freguesia que vai da Póvoa ao Poeiro, foi um verdadeiro marco na nossa História. Muito se deseja que tenha continuidade. O torneio teve a Póvoa das Quartas como vencedora, mas foi uma prova onde todos saímos a ganhar. A noite de sábado acabou com uma brilhante actuação do Grupo Caravela Musical. No Domingo destaca-se o VI encontro de tunas promovido pelo Grupo Musical. 


Ficam aqui algumas imagens e um vídeo. Mais imagens podem ser vistas nas páginas Facebook das entidades organizadoras.
Jogo da final: Póvoa das Quartas/Lagos da Beira

Póvoa das Quartas - Equipa vencedora

Entrega de prémios



AMIGOS DE LAGOS DA BEIRA - GRUPO MUSICAL

GRUPO DE CANTARES DE SÃO PAIO DE GOUVEIA

GRUPO DE CANTARES SERÕES DA BEIRA ALTA - NELAS

domingo, 11 de junho de 2017

UM BLOG DE FAZER CRESCER ÁGUA NA BOCA

Grande é a actividade blogueira, mas não tão grande como a presença nas redes sociais, especialmente no Facebook. Complementar estas duas “ferramentas” é fácil e útil para quem quer ter o seu espaço e divulgar aquilo que gosta e vai fazendo. Lagos da Beira tem uma nova bloguer com um blog excelente para gulosos. Catarina Santos, com formação em cozinha e paixão por pastelaria, apresenta o seu blog de título “Água na boca”. Aqui serão apresentadas iguarias de fazer crescer água na boca, receitas deliciosas e dicas diversas. 

O blog já está activo na blogosfera e pode ser “degustado” em 



Nota: Se mais alguém na Freguesia tiver blogues, agradeço que me informem e terei muito gosto em divulgar.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

FESTIVAL MUNICIPAL DA CANÇÃO


A lagoense, Gabriela Filipa Atouguia Neto
foi a vencedora no escalão infantil (5 aos 10 anos)
 com a interpretação do tema
 “Amanhã de Manhã”, um êxito das Doce. 

(Foto: Nuno Neto)
A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital dinamizou no passado sábado, 3 de junho, a segunda edição do Festival Municipal da Canção subordinado ao tema “Canções em Português”. Pelo palco do Parque do Mandanelho passaram pequenos grandes talentos que com as suas vozes e interpretações brilhantes deslumbraram as centenas de pessoas presentes que não pouparam nos aplausos a estas jovens estrelas. 

Dirigido às crianças e jovens entre os 5 e os 15 anos, o espetáculo contou com a participação de doze participantes que interpretaram um total de dez canções. Os pequenos grandes cantores atuaram, individualmente e em duetos, divididos em dois escalões: 5 canções no infantil dos 5 aos 10 anos; e 5 canções no escalão juvenil dos 11 aos 15 anos. 

Gabriela Filipa Atouguia Neto foi a vencedora no escalão infantil (5 aos 10 anos) com a interpretação do tema “Amanhã de Manhã”, um êxito das Doce. Em segundo lugar ficou classificado o Martim Fernandes Coelho Nina que subiu ao palco com a música “Para Ti Maria” dos Xutos e Pontapés, e em terceiro lugar, a Carlota Rodrigues Pereira que interpretou o tema “Eu Vejo a Luz”, uma canção do filme Entrelaçados. 
VENCEDORES DO ESCALÃO INFANTIL

Já no escalão Juvenil (11 aos 15 anos) a vitória sorriu à Joana Marques que interpretou “Aleluia” de Gabriela Rocha. A dupla Tânia Beatriz Ferreira Santos e Andreia Silva Rocha que cantou “Era Eu” dos D.A.M.A arrecadou o segundo lugar e no terceiro ficaram classificadas Maria Martins da Cruz e Lara Mendes Pinheiro que subiram ao palco com o tema “Tudo Para Dar” de Mia Rose e Salvador Seixas. 
VENCEDORES DO ESCALÃO JUVENIL

Coube ao júri – constituído por Ana Carina Reis, maestrina e professora de Música; Júlio Pereira, músico; e Maria Helena Berardo, docente e membro do projeto Igualdade Local, Cidadania Responsável – a difícil tarefa de avaliar os intérpretes das dez músicas a concurso, de acordo com os critérios definidos pelo regulamento: afinação, ritmo, voz, interpretação e postura em palco. Foram atribuídos prémios aos três primeiros classificados de cada escalão sendo que todos os concorrentes recebem um certificado e um prémio de participação. 

No momento da entrega dos prémios, o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino e a vereadora da Educação e da Cultura, Graça Silva, deram os parabéns a todos os participantes realçando os seus talentos e a coragem para pisarem o palco proporcionando um espetáculo magnífico a todo o público presente. “Hoje, este palco está cheio de estrelas” disse o presidente da autarquia sublinhando que o importante não é ganhar o primeiro prémio porque “todos são vencedores” e foram brilhantes nas suas prestações. 

Numa noite em que o frio se fez sentir no Parque do Mandanelho, o espetáculo musical contou com várias novidades como o facto de os temas terem sido interpretados com música ao vivo tocada por uma banda e pela Orquestra Cultus Musicae e coros a cargo do Coro Infantil da Fundação Aurélio Amaro Diniz. O festival foi ainda enriquecido com a prestações musicais dos vencedores da edição anterior do Festival Municipal da Canção, Inês Alves e João Oliveira; de Andreia Oliveira, uma jovem cantora do concelho, dos concorrentes suplentes que também subiram ao palco, e ainda com a interpretação de um tema que juntou, no palco, os concorrentes e os seus pais. Promovido pelo Município de Oliveira do Hospital, o Festival Municipal da Canção visa sensibilizar e motivar as crianças para a música, e contou também com a parceria de cabeleireiras do comércio local que pentearam e maquilharam todos os participantes. 

Texto e fotos do site oficial do Município - www.cm-oliveiradohospital.pt

NOTA DA REDAÇÃO

Este blogue, que pretende dar notícias desta Freguesia, nem sempre consegue cumprir. Sou sozinho e todos os pedidos de colaboração foram sempre em vão. Não me é possível estar a par e passo de tudo o que se passa numa Freguesia tão vasta. Da Póvoa ao Poeiro, muita coisa acontece. Basta pensar no frenético movimento associativo e juntar-lhe todas as atividades próprias desta época de verão. Assim passou em falso a Festa do Benfica em Lagos da Beira e a Festa das Febras na Póvoa das Quartas. 

Deixo aqui um pedido de desculpa a todas as instituições que não vejam as suas atividades aqui divulgadas. Para minorar esta situação, basta que alguém me alerte para a realização de qualquer evento. Os contactos estão no Blogue e todos me conhecem pessoalmente. 

Em breve, o blogue será reestruturado para uma plataforma mais vasta em articulação com a comunicação social local. Haverá espaço para a divulgação de toda a atividade na Internet de todos os naturais, residentes e descendentes desta União de Freguesias

domingo, 14 de maio de 2017

GRUPO MUSICAL INTERPRETA TARQUÍNIO HALL

Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical festejaram hoje o seu quinto aniversário. Estão de parabéns pelo seu quinto ano de vida e estão de parabéns por brindarem o público com uma música, cuja letra é um belo poema de Tarquínio Hall. Diz o povo que santos da porta não fazem milagres ou que ninguém é profeta na sua terra. De facto, há uma estranha tendência para as pessoas ignorarem, desprezarem e até rebaixarem os seus mais ilustres. Esta iniciativa do Grupo Musical vem contrariar essa tendência filha da inveja dos medíocres. Tarquínio Hall é o mais ilustre lagoense no campo da cultura. A sua investigação histórica é a única obra que nos ajuda a compreender as nossas origens. O seu legado, em forma de biblioteca museu, é um monumento à sabedoria, apreciado por quem nos visita e, nesciamente, ignorado por “nós”. A sua poesia é uma cascata de sentimentos saída da sua imensa criatividade e sensibilidade. Manter viva a sua obra através da música e de todos os meios, é a obrigação moral de todos os agentes culturais, onde se destaca este grupo musical. Obrigado e parabéns.

terça-feira, 2 de maio de 2017

JOSÉ CARLOS ALEXANDRINO RECANDIDATA-SE

José Carlos Alexandrino recandidata-se a Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. A confirmação foi dada pela Federação de Coimbra do Partido Socialista em comunicado à Rádio Boa Nova. José Carlos Alexandrino foi eleito em 2009 para o primeiro mandato e reeleito em 2013 para o segundo. Avança agora para disputar as eleições do próximo dia 01 de Outubro.

NOTA: Este blogue não tem qualquer inclinação política. Prima pela total isenção. Em ano de eleições autárquicas, limita-se a anunciar as candidaturas à câmara e à junta, conforme forem surgindo. No fim serão publicados os resultados e mais nada.